Tratamento comportamental com a psicologia para enxaqueca

Home  /  Tratamento não farmacológico  /  Tratamento comportamental com a psicologia para enxaqueca

Como usar o tratamento comportamental para combater a enxaqueca e outras doenças que causam dor de cabeça severa? 

Um dos aspectos mais desafiantes da vida com enxaqueca é viver com a dor. Embora existam muitos medicamentos que demonstraram aliviar o desconforto, existem mudanças de estilo de vida adicionais que podem reduzir a freqüência e a intensidade da enxaqueca. Das técnicas de relaxamento e terapia cognitiva, yoga e meditação, a compreensão das opções de tratamento comportamental pode ser um passo para encontrar alívio a longo prazo. 

3 Tipos de tratamento comportamental 

Treinamento de relaxamento, treinamento de biofeedback e gerenciamento de estresse têm sido amplamente utilizados nas últimas duas décadas. Estes tratamentos destinam-se a prevenir a enxaqueca, não necessariamente aliviar os sintomas se a sua enxaqueca já tiver começado. Embora não funcione para todos, 30-60% de todos os pacientes que usam biofeedback, relaxamento ou terapia cognitivo-comportamental experimentam menos dores de cabeça. É especialmente eficaz para aqueles que vivem com ansiedade, depressão ou quem gostaria de tomar menos medicação. 

Terapia cognitivo-comportamental e como funciona no tratamento de pessoas com enxaqueca 

A terapia cognitivo-comportamental, ou TC, é uma opção de tratamento que visa mudar a forma como você pensa em situações difíceis e, portanto, mudar a maneira como você se sente. É usado não apenas para enxaqueca, mas também problemas de sono, problemas pessoais ou de trabalho e vícios. A psicoterapia de curto prazo pode ser uma ótima opção para aqueles que estão contra medicação. A TC trabalha  eliminando pensamentos negativos e busca transformá-los em algo mais produtivo, aliviando ansiedade, depressão e outras coisas que podem exacerbar a dor na cabeça.