Dor após Herpes: Neurite Herpética

outras dores
By Aline Turbino 8 meses ago
Home  /  Outras dores  /  Dor após Herpes: Neurite Herpética

A Catapora ou varicela é uma doença conhecida da maioria das pessoas.  O que pouca gente sabe é que depois da cura, o seu vírus causador permanece no organismo e, depois de anos, pode voltar a incomodar, provocando a Herpes Zoster. Em alguns casos, a dor causada pelo Herpes Zoster pode durar meses e até anos: trata-se da Neuralgia Pós-Herpética.

A Herpes-Zóster acontece a partir de uma reativação do vírus da varicela. Esta reativação está relacionada, principalmente a fatores como: idade avançada, uso de terapia imunossupressiva (Radioterapia, Quimioterapia), ou uma redução intensa na imunidade, devido a doenças como Leucemia, Linfoma e HIV, ou relacionada ao estresse.

O quadro clínico começa com dores, parestesia (sensações de frio, calor, formigamento ou pressão sem estímulo causador), ardor e coceira e evolui para lesões da pele. As erupções cutâneas costumam seguir o trajeto de um nervo específico. Mais da metade dos casos acontece na região torácica (53%), mas também há certa incidência na região cervical (20%), na região do nervo trigêmeo (15%) e na lombossacral (11%).

Geralmente, a Herpes Zoster evolui para a cura em algumas semanas, porém, em alguns casos (aproximadamente de 9 a 34%), o quadro de intensa dor persiste. Essa condição de dor persistente, que pode durar por meses ou até anos, é chamada de Neuralgia Pós-Herpética.

O tratamento mais eficaz costuma se basear principalmente em dois recursos: medicações (como os analgésicos, os antidepressivos e os anticonvulsivantes) e os procedimentos minimamente invasivos tais como a aplicação local de toxina botulínica.

 

Category:
  Outras dores