Fisioterapia

Qual o papel da fisioterapia no tratamento das dores de cabeça?
By Aline Turbino 4 anos ago
Home  /  Tratamentos  /  Fisioterapia

Fisioterapia na Cefaleia do tipo Tensional

A fisioterapia na Cefaleia Tensional (CT) consiste na inibição do ciclo de impulsos neurais que estimulam a contração involuntária da fibra muscular, principalmente na musculatura anti-gravitacional. Outros fatores agravantes para CT são as manutenções da má postura, gestos repetitivos, problemas cervicais, alterações da ATM, alteração no padrão respiratório, atividade física com carga inadequada, distúrbios psicossomáticos (ansiedade, estresse, depressão, fobias), distúrbios hormonais, uso de medicamentos inadequados, entre outros.

O tratamento fisioterápico tem como objetivo interromper o ciclo de ativação do impulso neuromuscular que leva a dor e espasmos muscular local, através de eletrotermofototerapia (TENS, terapia combinada, ultrassom, laserterapia), acupuntura (local e sistêmica), estabilização segmentar cervical, controle motor da região escapulo torácica e cintura escapular, trabalho postural global, exercícios terapêuticos local e global.

Fisioterapia na Enxaqueca

O papel da fisioterapia na Enxaqueca tem como objetivo, minimizar as causas e consequências que geram incapacidade das atividades de vida diária e físico funcional, tais como: trabalho, atividades domiciliar, relações interpessoais, sono, atividades física, sociabilidade, desempenho geral.

O tratamento consiste em diminuir o ciclo da dor e suas complicações associadas (ansiedade, depressão, estresse, distúrbios visuais, tontura, vômitos, alterações gastrointestinais, alterações musculoesquelética e posturais, entre outras).

O protocolo varia de acordo com a intensidade e frequência da enxaqueca e também ao tratamento clinico e medicamentoso proposto.

As condutas terapêuticas utilizadas são: eletroterapia analgésica (TENS), terapia Manual, exercícios terapêuticos, técnicas posturais e controle motor.

OBJETIVOS DA FISIOTERAPIA NAS DORES DE CABEÇA:

– Reduzir a frequência e intensidade da dor;

– Identificar disfunções musculoesquelética que contribuem para o ciclo da dor;

– Ajudar a melhorar a gestão da dor no dia-dia;

– Desenvolver e Personalizar um programa de exercícios;

– Melhorar a tolerância para Atividades de vida Diária, trabalho e domiciliar;

 

Fisioterapeuta: Rodrigo Cezar Aguiar de Lorena

Especialista em avaliação músculo esquelética pela Santa Casa de Misericórdia de SP

Aprimoramento em coluna pela Santa Casa de Misericórdia de SP

Category:
  Tratamentos