Cluster headache ou Cefaleia em salvas

Home  /  Cluster headache ou Cefaleia em salvas

É um distúrbio de cefaléia primária raro que consiste em dores de cabeça severas de um lado da cabeça associada com olhos vermelhos ou com lágrimas, nariz escorrendo ou nariz entupido, rubor ou suor do rosto ou sensação de agitação. O termo cefaleia em salvas vem da recorrência dos ataques de dor de cabeça geralmente em uma série com duração de semanas ou meses, separados por períodos de remissão (períodos sem dor de cabeça) geralmente durando meses ou anos. 

De onde vem a dor da cefaleia em SALVAS?

A dor tem origem no 5 nervo craniano, que é o nervo que controla as sensações do rosto. Por esta razão, a dor associada à dor de cabeça em cluster geralmente se localiza no rosto, particularmente ao redor e por trás do olho. 

Como é a dor da cefaleia em SALVAS?

As dores de cabeça são descritas como, a pior dor da vida, constando na literatura relatos de suicídio, dado a gravidade da dor. A idade de início da cefaléia em salvas é geralmente entre 20 e 40, e é mais comuns nos homens do que nas mulheres com uma proporção de 3:1. As dores se manifestam como ataques de dor intensa com duração de 15-180 minutos e ocorrem de uma até oito vezes em um dia. As dores de cabeça de cluster geralmente tem piora ou maior frequência no período noturno. 

A dor é …

  • Grave
  • Unilateral (de um lado da cabeça)
  • Orbital (perto da órbita, o osso que molda o olho), supra-orbitário (acima da órbita), temporal (no tempora)

Esses ataques também incluem um ou mais sintomas autonômicos cranianos do mesmo lado que a dor:

  • Olho vermelho
  • Inchaço das pálpebras
  • Sudorese em face
  • Lacrimejamento
  • Tamanho anormal da pupila
  • Congestão nasal
  • Corrimento nasal
  • Pálpebra fechada

Outra característica típica é que a maioria dos pacientes ficam agitados durante os ataques.

Diagnóstico

As pessoas suspeitas de ter dor de cabeça em SALVAS devem ser avaliadas cuidadosamente pelo médico afim de afastar causas secundárias, tais como tumores e aneurismas. Não há exames diagnósticos para confirmar a dor de cabeça do cluster. O diagnóstico é realizado através da revisão do histórico médico pessoal e familiar, considerando os sintomas associados e um exame neurológico detalhado.

Tratamento

Se divide em tratamento de fase aguda, preventivo de curto prazo e preventivo de longo prazo.